Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Apresentado, Dória tenta não pensar no futuro e 'esquece' Bielsa

Novo zagueiro do São Paulo tem contrato de empréstimo até 30 de junho, mas evita projeções e quer brigar por todos os títulos

FERNANDO FARO, O Estado de S. Paulo

09 de fevereiro de 2015 | 13h13

Novo reforço do São Paulo, Dória foi apresentado nesta segunda-feira no CT da Barra Funda e deixou claro que pretende esquecer o período sob o comando de Marcelo Bielsa no Olympique de Marselha. Encostado pelo argentino, ele garantiu que a adaptação nunca foi problema para ele depois da transferência para a França.

Mostrando certo incômodo ao ter que explicar o motivo de não ter jogado na equipe principal do Olympique mesmo tendo custando 10 milhões de euros, ele acredita que o fato de Bielsa não ter sido consultado - o próprio treinador mostrou contrariedade com a sua chegada - foi decisivo.

"Foi um problema extracampo entre presidente e treinador. Fui comprado pelo presidente e ele não foi consultado. Acho que ele ficou chateado com isso e quis provar que não precisaria de mim. Ele não dá muito espaço para o jogador mas é o jeito dele; quando cheguei ele falou que era para eu trabalhar, quem conversava mais comigo eram os auxiliares, que também ficavam sem jeito", explicou Dória, que diversas vezes disse que estava bem adaptado a Marselha.

Apesar de não ser utilizado por "El Loco", o defensor vinha atuando com regularidade na equipe B do Olympique e está no meio de temporada. Desta forma, fisicamente Dória está apto a estrear assim que sua documentação for totalmente regularizada, o que pode acontecer ainda nesta segunda.

Ao falar da expectativa de jogar, ele chegou a brincar que precisará dosar a ansiedade para não ser expulso. Sobre o curto período de empréstimo - fica, a princípio, apenas até 30 de junho -, evitou fazer projeções.

"Não temos só a Libertadores, tenho mais três competições para disputar. Vou brigar por todos os títulos que disputar e se chegarmos na final claro que qualquer jogador quer estar presente. Prefiro pensar jogo a jogo até lá", finalizou o zagueiro, que usará o número 26 no São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCDória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.