Dikran Júnior/Vasco
Dikran Júnior/Vasco

Apresentado, Guarín diz que decisão pelo Vasco foi 'muito rápida'

Segundo o colombiano, que não confirmou proposta formal do Flamengo, havia ofertas do futebol dos Estados Unidos

Redação, Estadao Conteudo

03 de outubro de 2019 | 14h50

Apresentado oficialmente pelo Vasco nesta quinta-feira, o volante Fredy Guarin admitiu ter recebido propostas de outros clubes e afirmou que a decisão pelo time carioca foi "muito rápida". Segundo o colombiano, que não confirmou proposta formal do Flamengo, havia ofertas do futebol dos Estados Unidos

"É engraçada a situação que vivi. Foi muito rápida a decisão. Estava em viagem com a minha família. Aristizábal me perguntou se eu queria vir jogar no Vasco, e eu falei que iria escutar. Ele disse: 'O mister vai te ligar'. Falamos dez minutos, ele me convenceu. Pedi 10 minutos para conversar com a minha família. Minha mulher ouviu a conversa com o mister e disse que sim. São elas que mandam, né?", brincou o jogador.

Leia Também

Notícias do Vasco

Guarin disse que a conversa com Luxemburgo fez mudar seus planos de morar nos Estados Unidos. "Eu tinha proposta de jogar nos EUA. Foi uma decisão de família, há um tempo que estava pensando em viver nos EUA. Meu filho menor é americano. É um projeto de vida. Queria ficar para o início de 2020 e jogar lá. Mas no momento em que o Luxemburgo ligou, me convenceu."

O colombiano afirmou conhecer o trabalho realizado pelo treinador no futebol brasileiro. "O que conheço das equipes que ele comandou é que são equipes boas, que jogam um bom futebol. O que falei com ele foi de ajudar no projeto. Espero poder ajudar o máximo possível, tanto dentro quanto fora de campo."

Ele admitiu também que a chance de morar no Rio de Janeiro teve peso em sua decisão. "Influenciou muito. Porque o Rio de Janeiro é uma cidade espetacular, muito bonita. Já vi muitos filmes aqui no Rio, tem uma história bonita, de poder avançar na vida. Tenho muitos amigos do futebol que nasceram aqui."

O volante de 33 anos assinou contrato até dezembro. O jogador da seleção colombiana estava sem equipe desde que rescindiu seu compromisso com o Shanghai Shenhua, da China, time no qual também atuam Oscar e Hulk.

Sem jogar desde julho, quando deixou o clube chinês, Guarin evitou apontar uma data para a sua estreia pelo Vasco. "Quero estar bem tanto fisicamente quanto mentalmente. Não quero chegar no campo e iludir a torcida. Quero fazer o necessário, obviamente o mais curto possível para competir de uma forma importante. Espero emoção, ter contato com o torcedor do Vasco. Ainda não consegui, porque estava fazendo coisas. Quero ter o feeling com a torcida", disse o jogador, já regularizado no BID da CBF.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoFredy Guarín

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.