Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Apresentado, Mateus Vital se diz encantado com a torcida do Corinthians

Meia está regularizado e pode estrear contra o São Caetano

Daniel Batista, Estadao Conteudo

18 Janeiro 2018 | 18h58

O meia Mateus Vital foi apresentado nesta quinta-feira como novo reforço do Corinthians. O jogador de 19 anos esteve presente no estádio do Pacaembu, na quarta-feira, para acompanhar a partida contra a Ponte Preta, e, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o garoto, que veio do Vasco, demonstrou estar animado com a torcida corintiana.

+ Florida Cup atrapalhou preparação física do Corinthians, diz Cássio

"Eu já acompanhava o carinho da torcida, esse bando de loucos. Ontem no jogo, quando tomou o gol, a torcida apoiou. E eu vi que lotaram meu Instagram de comentários", disse o menino. "Quando eu saí do Vasco tinha 90 mil (seguidores no Instagram). Agora tenho 106 mil", completa, feliz com o crescimento da popularidade.

Diversas vezes, durante a entrevista coletiva, Vital citou a torcida alvinegra. "Um clube gigantesco no Brasil e mundialmente, que ganha títulos, é um time muito aguerrido e espero me tornar um jogador assim. Essa torcida louca é apaixonada pelo clube", comentou.

O meia já está regularizado e em condições de estrear pelo Corinthians. Existe a possibilidade de ele ficar no banco de reservas na partida contra o São Caetano, no domingo, no Pacaembu. Taticamente, ele se coloca para ajudar em qualquer posição.

"Fui bem recepcionado pelo grupo. É fora do normal o carinho que tiveram por mim. Nessa formação que o Corinthians está jogando, acho que consigo jogar nas quatro posições de meio do 4-1-4-1", projetou.

O garoto revelou ainda que o interesse do Corinthians não é tão recente como parecia ser. "O momento que descobri foi ano passado. Eu já sabia do interesse no ano passado que o [técnico Fábio] Carille tinha gostado das minhas atuações", contou.

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.