Francois Lo Presti/AP
Francois Lo Presti/AP

Apresentado no Amiens, Ganso revela propostas do Brasil: 'Queria ficar na Europa'

Meia jogou pouco no Sevilla em duas temporadas e foi para o futebol francês para ter mais oportunidades

Estadão Conteúdo

07 Setembro 2018 | 11h10

O meia Paulo Henrique Ganso foi apresentado nesta sexta-feira como novo jogador do Amiens, clube da primeira divisão da França. Mas teve a chance de voltar ao futebol brasileiro. Em entrevista coletiva, o jogador confirmou que recebeu propostas de São Paulo, Santos e Grêmio - além de outros clubes do Brasil -, mas que pesou a vontade de permanecer e busca o sucesso na Europa.

"Não foram só esses. Tem mais clubes que mostraram o interesse e apresentaram propostas, mas a Europa pesou. Queria permanecer aqui, ter oportunidade de jogar e ficar com a cabeça mais tranquila com a família aqui na Europa", disse Ganso, certo de que no Amiens terá chances de atuar com mais frequência.

O meia brasileiro estava no Sevilla, onde não teve muitas oportunidades nas duas temporadas que passou na Espanha. "Quero jogar. Fique dois anos jogando pouco e quero ter mais minutos. Não diria decepcionado com o Sevilla, mas fiquei triste pois quando vim para a Europa era para jogar mais jogos. Fiz bons jogos, gols e mesmo assim joguei pouco. Agora é uma retomada para poder jogar mais e sem preocupação de ficar jogos fora", afirmou.

Ganso revelou na entrevista coletiva que tinha informações sobre o Amiens. O jogador afirmou que o Campeonato Francês não é apenas o Paris Saint-Germain do amigo Neymar, seu ex-companheiro de Santos. "Conhecia o Amiens por assistir a Ligue 1 e outros clubes. Aqui também não tem só o Neymar. Tem o Boschilla (Nantes), Lucas Evangelista (Nantes), Jovetic (Monaco) e são grandes jogadores que engrandecem a Liga. Eu assisti dois jogos do Amiens já", declarou.

Empolgado com a contratação do brasileiro, o presidente do Amiens, Joannin Bernard, classificou Ganso como o maior jogador da história do clube. "É o nosso maior jogador da historia e vamos desfrutar desse momento lindo. Vamos compartilhar essa alegria por aqui com todos do clube", elogiou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.