Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Apresentado no Palmeiras, Goulart exalta Felipão e evita prever estreia

Atacante contratado por empréstimo ainda se recupera de cirurgia no joelho direto

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

06 Fevereiro 2019 | 12h16

O atacante Ricardo Goulart, do Palmeiras, foi apresentado pelo clube na manhã desta quarta-feira. Emprestado por um ano pelo Guangzhou Evergrande, da China, o reforço citou na primeira entrevista coletiva a participação de Luiz Felipe Scolari em trazê-lo e manteve o mistério sobre a possível data da estreia. Em recuperação de cirurgia no joelho direito realizada em outubro, ele não fez estimativas sobre quando poderá atuar.

O jogador foi apresentado na sede da Faculdade das Américas (FAM), uma das empresas de Leila Pereira, conselheira do clube e presidente também da Crefisa, principal patrocinadora do Palmeiras. Goulart afirmou que um dos fatores decisivos para o seu acerto com o Palmeiras foi uma conversa com Felipão. Os dois trabalharam juntos no futebol chinês por três temporadas e conquistaram sete títulos.

"Ele é um cara fenomenal. Quem conhece ele de perto, sabe o tamanho do coração que ele tem, é um cara vitorioso", afirmou. Goulart contou que quando o técnico já estava no Palmeiras, os dois conversaram sobre a possível vinda do atacante para o futebol brasileiro. "O Felipão me disse que se eu conseguisse a liberação dos chineses, ia me trazer. Eu respondi que estava interessado. Os chineses são difíceis de conversar, mas deu certo", explicou.

O clube fixou o valor de compra do jogador em R$ 42 milhões. Antes de Goulart, o Palmeiras trouxe como reforços para a temporada o volante Matheus Fernandes, o meia Zé Rafael, os atacante Felipe Pires, Carlos Eduardo e Arthur Cabral. O reforço palmeirense frisou na entrevista que está em processo de recuperação de lesão e ainda não pode estipular uma data de estreia.

"Por mim, eu já jogava ontem. Mas tem que respeitar o período de tratamento. Sempre brinco para o pessoal da comissão médica me liberar. Tem muitas pessoas qualificadas pensando no todo, não só em mim. Vamos com calma. Durante essa semana vamos conversar com a comissão técnica", disse. Goulart treinou com o elenco pela primeira vez na terça, mas ainda sem a bola. Apesar da recuperação dele estar avançada, o clube tem sido cauteloso em fazer previsões.

O novo contratado do Palmeiras se colocou à disposição para atuar em várias posições diferentes do ataque, porém disse que entre as possíveis funções, tem uma preferida. "Sempre joguei como meia-atacante e todo mundo me conhece assim. Fui para a China nessa posição. Em algumas competições o treinador me falava para jogar de atacante ou ponta e sempre procurei ajudar. Se o Felipão quiser contar comigo como atacante, vou topar", disse.

Para Entender

Guia do Paulistão 2019: tudo o que você precisa saber sobre a competição

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo vão iniciar competição com menos de três semanas de pré-temporada

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.