Gilvan de Souza/Site/Inter
Gilvan de Souza/Site/Inter

Apresentado, Rodrigo Caetano diz que Inter precisa recuperar autoestima

"Tenho as melhores expectativas em relação ao futuro com muito trabalho", disse o diretor executivo

Estadão Conteúdo

24 de maio de 2018 | 16h38

Novo diretor executivo de futebol do Internacional, Rodrigo Caetano foi apresentado nesta quinta-feira no CT do Parque Gigante e admitiu que o torcedor do clube está desconfiado com o atual momento da equipe. Na sua avaliação, uma função importante nesse momento será recuperar a autoestima dos torcedores, como um dos passos necessários na recuperação do clube, que está de volta à elite do futebol brasileiro após ser rebaixado para a Série B em 2016.

+ Confira a tabela da Copa do Mundo da Rússia

"É natural que o torcedor esteja desconfiado depois da queda. Cabe a todos nós recuperarmos essa autoestima. Tenho as melhores expectativas em relação ao futuro com muito trabalho", afirmou Caetano, que foi apresentado ao lado do presidente Marcelo Medeiros e do vice-presidente de Futebol do Inter, Roberto Melo.

Nesse sentido, Caetano apontou a necessidade de o clube reconquistar o seu protagonismo na competição nacional, algo que vai ocorrer em caso de boa campanha no Campeonato Brasileiro, que ele acredita ser possível de acontecer nesta temporada.

"O Internacional tem grandes conquistas e uma história que dispensa comentários. A gente tem que olhar pro topo e mirar as primeiras colocações. Temos que voltar a ser protagonistas no cenário nacional. O Internacional vai fazer um grande Campeonato Brasileiro com a segurança de um clube gigante como é", disse.

Questionado sobre chegada de reforços ao Inter, Caetano ainda fez um afago ao elenco do Inter. "Quando recebi o convite, uma das coisas que mais me motivou foi o elenco. É um dos elencos que está entre os melhores do país. Questões de melhoria ou não vão ser discutidas com a diretoria. Outra coisa que me tranquiliza é suceder um grande profissional, que é o Jorge Macedo. Ainda não conversamos sobre nomes para reforçar", comentou.

Além disso, Caetano admitiu que o Inter precisa melhorar a integração entre as divisões de base e os profissionais. "Como sou do Rio Grande do Sul, conheço muito a história daqui. O Internacional sempre foi e segue sendo um grande clube revelador. A questão é estabelecer a melhor metodologia. O primeiro passo para conseguir a afirmação de um jovem é você ter espaço pra ele no elenco profissional. O primeiro de tudo é fazer um diagnóstico. Depois poder interferir para melhorar os processos", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.