Carlos Gregório Jr. / vasco.com.br
Carlos Gregório Jr. / vasco.com.br

Apresentado, técnico Jorginho afirma ter dívida com a Ponte Preta

Treinador vai estrear no comando da equipe nesta terça-feira, diante da Aparecidense, pela Copa do Brasil

Redação, Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2019 | 21h50

Dois dias depois de assistir a vitória sobre o São Paulo, por 1 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, Jorginho foi apresentado oficialmente como treinador da Ponte Preta nesta segunda-feira. Na terça-feira, ele vai estrear diante da Aparecidense, fora de casa, pela primeira fase da Copa do Brasil.

Essa é a segunda passagem de Jorginho pela Ponte Preta. A primeira foi em 2013, quando ficou com o vice-campeonato da Copa Sul-Americana, mas acabou sendo rebaixado no Campeonato Brasileiro. Por tudo isso, o treinador falou em dívida com o clube campineiro.

"Eu tinha uma dívida com o clube. A gente pegou a Ponte Preta com 15 pontos no Brasileirão e não conseguimos evitar o rebaixamento, mas também não conseguimos o objetivo do título. Eu fiquei sensibilizado com muitos torcedores chorando e quero voltar a dar alegria para todos eles", disse Jorginho.

O único treinamento comandado pelo treinador foi nesta segunda-feira e tudo indica que ele vai manter a base que ganhou do São Paulo. O volante Edson está à disposição após cumprir suspensão automática e o atacante Hugo Cabral pode aparecer no lugar de Matheus Vargas.

Melhor colocada no ranking da CBF, a Ponte Preta joga pelo empate em Aparecida de Goiânia para se classificar à segunda fase da Copa do Brasil.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ponte PretafutebolJorginho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.