Apresentados, Chiquinho e Rodinei celebram 'privilégio' de atuar no Flamengo

Um dos clubes que mais se reforçaram neste início de temporada, o Flamengo aos poucos vai apresentando todas suas caras novas para 2016. Nesta quarta-feira, foi a vez de dois laterais falarem pela primeira vez como atletas rubro-negros. Chiquinho e Rodinei celebraram a oportunidade de vestir a camisa do time carioca.

Estadão Conteúdo

13 de janeiro de 2016 | 15h20

"É um presente estar no Flamengo. Vou treinar forte para somar e, claro, buscar meu espaço. Meu objetivo sempre é levar o Flamengo às vitórias e, se puder, com gols", declarou Chiquinho. O jogador estava no Santos e tem passagens por Fluminense, Ponte Preta, Corinthians, entre outros clubes menores do futebol brasileiro.

Já Rodinei terá sua primeira oportunidade em um time grande do País, depois de ter se destacado na Ponte Preta em 2015. O lateral chega com moral e treinou como titular nas primeiras atividades comandadas por Muricy Ramalho, mas isso não diminuiu sua surpresa com o número de jornalistas em sua primeira entrevista como atleta flamenguista.

"É um privilégio começar como titular. É um novo desafio, mas estou no Flamengo para ajudar. É um sonho de garoto, pelo que batalhei a vida inteira. Ainda não acredito. Até falei com o Chiquinho: ''Imagina a hora de chegar e olhar aquelas câmeras todas...''. Com todo respeito à Ponte Preta, que me projetou, lá eram duas ou três só. Estou até tremendo todo. Não acordei do sonho ainda", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoChiquinhoRodinei

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.