Arábia Saudita demite segundo técnico em nove dias

A Arábia Saudita demitiu seu segundo treinador em um período de nove dias, após encerrar uma campanha desastrosa na Copa da Ásia com uma goleada sofrida diante do Japão, por 5 a 0, na última segunda-feira. Com isso, a seleção acabou eliminada ainda na primeira fase da competição disputada no Catar, na última posição do Grupo B, sem nenhum ponto somado.

AE-AP, Agência Estado

18 de janeiro de 2011 | 13h40

A decepcionante participação da seleção saudita, que é três vezes campeã e atual vice da competição, fez com que a federação local dispensasse o técnico Nassir Al-Johar nesta terça-feira. Ele estava em sua quinta passagem no comando da Arábia Saudita e havia assumido no lugar do português José Peseiro, demitido após a derrota para a Síria na estreia da Copa da Ásia.

Não é a primeira vez que a Arábia Saudita demite um treinador durante uma competição. Em 1998, o brasileiro Carlos Alberto Parreira acabou sendo dispensado do comando da seleção do país durante a Copa do Mundo, após duas derrotas na primeira fase, para Dinamarca e para a anfitriã França. Agora, a promessa é contratar um técnico de "renome internacional".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa da ÁsiaArábia Saudita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.