Arábia Saudita pode fazer amistoso com a seleção brasileira

A Arábia Saudita, seleção dirigida pelo carioca Marcos Paquetá, pode ser a próxima adversária do Brasil. A federação saudita deve enviar um convite à CBF até o fim desta semana. A intenção dos árabes é que o amistoso seja marcado em território neutro, possivelmente na Europa.Desde que Dunga assumiu a seleção brasileira, a equipe nacional realizou seis jogos em território europeu - vitórias sobre Argentina, País de Gales, Equador e Suíça, empate com Noruega e derrota para Portugal, resultado que acabou com a invencibilidade do sucessor de Carlos Alberto Parreira.A seleção árabe tem interesse específico para o jogo: selar a forte preparação da equipe para a Copa da Ásia, em julho - o evento será sediado em quatro países diferentes, Indonésia, Malásia, Vietnã e Tailândia. No mês anterior, o Brasil inicia a disputa da Copa América na Venezuela - o torneio será realizado entre os dias 26 de junho e 15 de julho.Para Paquetá, que já dirigiu as seleções brasileiras sub-20 e sub-17, seria a primeira oportunidade de atuar contra o seu País. ?Se realmente enfrentarmos o Brasil, vou procurar dirigir minha equipe com naturalidade?, afirmou o técnico.

Agencia Estado,

14 de fevereiro de 2007 | 18h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.