Aránguiz não quer pegar Holanda para evitar suspensão

O volante chileno Charles Aránguiz admitiu neste sábado que deseja ficar de fora da última partida pelo Grupo B, o duelo entre os classificados Chile e Holanda, nesta segunda-feira, em São Paulo. A razão é o cartão amarelo que levou na estreia contra a Austrália, pois caso leve o segundo contra os holandeses, ficaria impedido de jogar as oitavas de final.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2014 | 15h22

"Pessoalmente, gostaria de me poupar. No entanto, é uma decisão do técnico (Jorge Sampaoli) e se ele quiser contar comigo, vou entrar em campo da melhor maneira possível e sem pensar em ser punido com mais um (cartão) amarelo", afirmou em coletiva de imprensa.

Outro aspecto que coloca em dúvida a presença do jogador do Internacional no confronto contra os holandeses é a entorse no joelho que sofreu durante a partida em que o Chile eliminou a Espanha, a atual campeã mundial.

Apesar disso, o meio campista minimizou o problema. "Foi si uma inflamação do ligamento, não é nada mais grave. Venho me recuperando nos últimos dias e espero estar pronto na segunda-feira", ponderou.

O Chile está com 100% de aproveitamento no Mundial, assim como a Holanda. Na estreia, os chilenos derrotaram a Austrália por 3 a 1 e na segunda rodada foi a vez de bater os espanhóis, por 2 a 0. O encontro contra os holandeses está marcado para as 13 horas desta segunda, no estádio Itaquerão.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolChileAránguiz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.