Ricardo Saibun/Santos FC - 18/01/2015
Ricardo Saibun/Santos FC - 18/01/2015

Aranha faz acordo, deixa o Santos e retira ação trabalhista

Clube se compromete a pagar os salários atrasados de novembro e dezembro, além de 13º e outros benefícios

SANCHES FILHO, Estadão Conteúdo

27 de janeiro de 2015 | 19h08

Aranha não é mais do Santos. O goleiro esteve nesta terça-feira à tarde com o seu advogado na Vila Belmiro e em reunião com o presidente Modesto Roma Júnior e a gerência jurídica do clube aceitou a proposta de acordo para retirar a ação trabalhista em troca da liberação do restante do contrato, que terminaria no fim do ano.

Nesta terça mesmo foi protocolada na 2ª Vara da Justiça do Trabalho de Santos a minuta da rescisão com o pedido de retirada do processo. O Santos se comprometeu a pagar os salários atrasados referentes aos meses de novembro e dezembro, além de 13º e outros benefícios a que Aranha tem direito.

Com o acordo, o Santos deixa de correr o risco de ser condenado a pagar o restante do contrato de Aranha, com valor estimado em aproximadamente R$ 2,5 milhões, se fosse dada continuidade ao processo trabalhista e a decisão judicial fosse favorável ao goleiro. O advogado de Aranha, Caio Marcelo Serrat, disse que a decisão foi boa para as duas partes e que o jogador está livre para assinar contrato com qualquer clube, do Brasil ou do exterior.

Aranha é o terceiro jogador titular a se desligar do Santos neste começo de ano. O primeiro foi o chileno Mena, liberado para atuar por outro clube graças a uma liminar que obteve na Justiça do Trabalho. Nesta terça-feira, o lateral-esquerdo se apresentou ao seu novo clube, o Cruzeiro. O seguinte foi o ex-capitão Edu Dracena, que rescindiu amigavelmente o contrato para jogar no Corinthians.

Logo que Aranha deu entrada no processo, o Santos se apressou em contratar um novo goleiro. O primeiro na lista de preferência era Jefferson, que acabou renovando contrato e permanecendo no Botafogo. Também não deu certo a tentativa de contratação de Guillermo Ochoa, da seleção mexicana e do Málaga, da Espanha, devido ao alto salário que ele tem no clube espanhol. 

Na semana passada, finalmente os dirigentes conseguiram contratar por empréstimo do Coritiba Vanderlei, de 31 anos. O novo goleiro já fez os exames médicos, começa a treinar provavelmente na quarta, mas mesmo que assine contrato não deve estrear na primeira rodada do Paulistão, domingo à noite, contra o Ituano, na Vila Belmiro, por problemas burocráticos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCAranhamercado da bola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.