Aranha minimiza defesas e lamenta derrota do Santos

'Mais importante que uma defesa é o resultado da partida. Não interessa se eu fiz boas defesas e o time não venceu', diz goleiro

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

25 de agosto de 2014 | 08h04

O goleiro Aranha teve uma boa exibição no clássico contra o São Paulo, mas suas defesas não foram suficientes para evitar a derrota do Santos por 2 a 1, no Morumbi, no último domingo. O jogador ficou muito irritado, até porque no lance do segundo gol adversário ele fez uma grande defesa no chute de Pato, mas o adversário marcou no rebote. "Fico chateado, pois mais importante que uma defesa é o resultado da partida. Não interessa se eu fiz boas defesas e o time não venceu", diz.

Ele ainda chegou a parar Pato em outro momento, quando o jogador arrancou livre em direção ao gol. No primeiro tempo, o gol sofrido partiu de uma cobrança de lateral. Os jogadores tiveram de ouvir a bronca do técnico Oswaldo de Oliveira por causa dos gols tomados. "Precisamos receber as críticas com naturalidade e tentar melhorar com elas. Acho que foi um jogo muito equilibrado, mas saímos derrotados", conta Aranha.

O jogador revela que seus companheiros ficaram muito tristes após mais um resultado negativo no Campeonato Brasileiro. "No vestiário, todo mundo ficou chateado. O empate não nos deixaria felizes, mas amenizaria a situação. Eu sabia que o São Paulo viria para cima após tomar o gol de empate, pois é sempre assim no futebol. Acabamos sofrendo o segundo gol, mas é preciso reconhecer a qualidade do time que está do outro lado", conclui.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCAranhaBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.