José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Arbitragem de jogo do São Paulo preocupa o técnico Ney Franco

Treinador aposta na experiência dos auxiliares para lidar com a pressão do torcedor mineiro

PAULO FAVERO, Agência Estado

12 de fevereiro de 2013 | 12h05

SÃO PAULO - O técnico Ney Franco afirmou nesta terça-feira que a arbitragem é uma preocupação extra para a estreia do São Paulo no Grupo 3 da Copa Libertadores. Ele teme que a proximidade da torcida do Atlético Mineiro do gramado no Estádio Independência possa influenciar o trabalho de Marcelo de Lima Henrique e seus auxiliares no confronto desta quarta-feira.

"A gente torce para que o trio não seja influenciado pela torcida. Lá no Independência, ela fica muito próxima do campo e se tiver árbitros inexperientes é complicado", disse Ney Franco, que lembrou a derrota do São Paulo para o Atlético-MG por 1 a 0 no Independência no último Campeonato Brasileiro, quando o lateral-direito Douglas foi expulso ainda no primeiro tempo.

"Isso foi nítido no Brasileirão do ano passado. Lá tem que ter bandeirinhas experientes. Na nossa opinião, no ano passado, a arbitragem teve influência com a expulsão do Douglas", afirmou, lembrando do lance polêmico que acabou fazendo diferença no resultado final da partida.

Apesar da preocupação, Ney Franco garantiu que aprovou as escolhas de Marcelo de Lima Henrique e dos auxiliares Altemir Hausmann e Fabrício Vilarinho da Silva para o jogo contra o Atlético-MG. "O trio desse jogo é experiente, espero que não tenhamos problemas", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.