Darren Staples/Reuters
Darren Staples/Reuters

Arbitragem erra feio em vitória do City sobre o West Bromwich

Juiz expulsa jogador errado logo aos dois minutos de jogo

Estadão Conteúdo

21 Março 2015 | 11h46

O Manchester City soube aproveitar o fato de atuar com um jogador a mais durante quase 90 minutos e venceu com facilidade o West Bromwich em casa neste sábado. Em jogo marcado por erro crasso do árbitro Neil Swarbrick, o time de Manuel Pellegrini fez 3 a 0 pela 30.ª rodada do Campeonato Inglês e se recuperou da eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões, contra o Barcelona, no meio de semana.

O resultado levou o City a 61 pontos, em segundo lugar, mantendo a perseguição ao líder Chelsea, que tem três pontos a mais e dois jogos a menos. Na próxima rodada, dia 6 de abril, o time de Manchester duela com o Crystal Palace fora de casa. Já o West Bromwich parou nos 33 pontos, em 13.º, e recebe o Queens Park Rangers dia 4.

A vitória do City começou a ser construída logo aos dois minutos, em uma lambança da arbitragem. A zaga do West Bromwich errou na saída de bola, Bony recuperou a bola e sofreu a falta. Neil Swarbrick não só entendeu que o lance era para expulsão, como mostrou cartão vermelho para o jogador errado. Ele tirou de campo o zagueiro McAuley, mas a falta havia sido cometida por Dawson.

Com um a menos, o West Bromwich resistiu o quanto pôde, mas levou o primeiro aos 26 minutos. O ataque do City tabelou pelo meio, Fernando bateu mas foi prensado. A sobra ficou com Bony, que dominou bonito e bateu firme para marcar seu primeiro gol com a camisa do clube.

Somente 13 minutos depois, saiu o segundo, desta vez com grande ajuda da defesa adversária. Após cobrança de escanteio, a zaga se atrapalhou e entregou nos pés de Fernando, que empurrou para o gol praticamente sem goleiro. Foi o segundo gol do brasileiro pelo City, sendo que o primeiro havia sido justamente diante do West Bromwich, no primeiro turno.

A vantagem fez o City diminuir o ritmo no segundo tempo, mas ainda assim o goleiro Myhill era um dos destaques da partida, parando diversas vezes Agüero. Berahino chegou a perder grande chance, acertando a trave, e o lance acordou o City, que selou o triunfo aos 31 minutos. Jovetic aproveitou boa jogada pela esquerda e bateu da meia-lua. A bola ia para fora, mas David Silva colocou o pé e desviou para a rede.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.