Árbitro acusado de racismo por Ramires é inocentado

O árbitro Mark Clattenburg foi inocentado pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês), nesta quinta-feira, da acusação de racismo feita pelo volante brasileiro Ramires, do Chelsea, durante um jogo válido pelo Campeonato Inglês.

AE-AP, Agência Estado

22 de novembro de 2012 | 15h13

O jogador disse que ouviu Clattenburg dizer ao seu companheiro de time John Obi

Mikel que "calasse a boca, macaco" durante o clássico do último dia 28 de outubro, entre a equipe de Londres e o Manchester United.

A FA informou que "concluiu suas investigações sobre a suposta má conduta de Mark Clattenburg" e avisou que "não aplicará ação disciplinar contra o árbitro". A entidade esclareceu ainda que o meia nigeriano Mikel não ouviu a alegada frase de tom racista denunciada por Ramires, mesmo estando mais próximo ao juiz do que o próprio brasileiro naquele momento de discussão.

O jogo no qual Ramires alega que Clattenburg agiu de maneira racista terminou com vitória do Manchester United, por 3 a 2, no Stamford Bridge, em Londres, graças a um gol irregular marcado pelo mexicano Chicharito Hernandez, que estava impedido. Antes disso, a equipe visitante abriu 2 a 0 com gols de Davis Luiz (contra) e Van Persie, enquanto Mata e justamente Ramires marcaram pelo Chelsea e garantiram o empate parcial ao Chelsea.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.