Guilherme Dionísio/Reuters
Guilherme Dionísio/Reuters

Árbitro 'calouro' em Eliminatórias vai apitar estreia do Brasil contra a Bolívia

Conmebol escolhe o uruguaio Leodan González, de 37 anos, para conduzir a partida do próximo dia 9

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2020 | 13h54

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta sexta-feira os árbitros escalados para as duas primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. A estreia da seleção brasileira, contra a Bolívia, em São Paulo, dia 9, terá no comando o uruguaio Leodan González, de 37 anos, que pela primeira vez na carreira vai trabalhar em uma partida da competição.

González estreou na carreira em 2011 e tem no currículo partidas do futebol uruguaio, Mundial sub-20 em 2019 e jogos de torneios continentais de clubes. Uma das últimas partidas dele pela Copa Libertadores foi o empate sem gols entre Santos e Olímpia, do Paraguai, na Vila Belmiro. Pelo mesmo torneio, ele trabalhou de quarto árbitro no empate em 2 a 2 entre River Plate e São Paulo, no Morumbi.

Já para o confronto seguinte, contra o Peru, em Lima, a seleção brasileira terá no comando da partida um árbitro mais experiente. O chileno Julio Bascuñán, de 42 anos, foi o escolhido. Na última Copa América ele dirigiu o empate sem gols entre Brasil e Venezuela, em Salvador, e tem no currículo atuações em vários jogos importantes da Copa Libertadores, como na primeira partida da final de 2017, vencida pelo Grêmio por 1 a 0 diante do Lanús, em Porto Alegre.

O principal árbitro da América do Sul, Néstor Pitana, vai apitar o primeiro jogo das Eliminatórias, que será disputado em Assunção entre Paraguai e Peru. O argentino foi o árbitro da última final de Copa do Mundo, entre França e Croácia. Responsável por conduzir a última decisão de Copa América, o chileno Roberto Tobar vai trabalhar no encontro entre Argentina e Equador, em Buenos Aires.

Para os dez primeiros jogos das duas primeiras rodadas das Eliminatórias da Copa nenhum árbitro brasileiro foi designado. A competição terá início no dia 8 e deve durar até março de 2022. A América do Sul terá quatro vagas diretas no Mundial do Catar e mais um representante na repescagem intercontinental.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.