Árbitro carioca entrega sigilos ao STJD

O árbitro carioca Wagner Tardelli, credenciado pela Fifa, vai entregar nesta quinta-feira seus sigilos bancário e telefônico à Presidência do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele tomou a iniciativa isoladamente e disse que os demais árbitros brasileiros do quadro da Fifa deveriam tomar a mesma medida. ?Para o bem do futebol, o Edilson Pereira de Carvalho está fora, está banido do esporte?, disse Tardelli, em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte.Tardelli acrescentou que o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Armando Marques, não tem nenhuma culpa pelo esquema de corrupção envolvendo árbitros do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.