Árbitro cita invasão, mas São Paulo não teme punição

Até o início da noite desta quinta-feira a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) ainda não havia se manifestado sobre a invasão de campo no Morumbi na quarta-feira, depois da vitória do São Paulo nos pênaltis sobre o Estudiantes por 4 a 3 (após 1 a 0 no tempo normal). O árbitro Carlos Chandía incluiu o incidente na súmula, embora tenha ressaltado que o problema foi resolvido rapidamente. No São Paulo, ninguém teme sanções ou eventual perda de mando de campo nas semifinais da Copa Libertadores por causa do incidente. ?Não há porque temer punição. Não houve dolo?, ressalta o diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes.

Agencia Estado,

20 Julho 2006 | 20h09

Mais conteúdo sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.