Reuters
Reuters

Árbitro de França x Bélgica já validou gol de mão que eliminou o Brasil na Copa América

Andres Cunha vai apitar o terceiro jogo da Copa do Mundo da Rússia

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

09 Julho 2018 | 10h40

A Fifa anunciou que o uruguaio Andrés Cunha será o árbitro da partida entre França x Bélgica, pela semifinal da Copa do Mundo da Rússia, nesta terça-feira, em São Petersburgo. O árbitro de 41 anos coleciona polêmicas e maior delas fez com que a seleção brasileira fosse eliminada da Copa América de 2016. 

+ Presidente da Federação Francesa elogia Mbappé e garante Deschamps até 2020

+ Luis Enrique substitui Hierro e é anunciado como novo técnico da Espanha

+ Inglaterra faz treino fechado e conta com retornos de Henderson e Vardy

Cunha validou um gol de mão marcado por Ruidiaz, que sacramentou a vitória do Peru por 1 a 0 sobre o Brasil, resultado que culminou na eliminação do time brasileiro, que era comandado pelo técnico Dunga. 

Na jogada, Ruidiaz recebeu cruzamento da direita e claramente mandou a bola para as redes com o braço, para a revolta dos jogadores brasileiros. Cunha chegou a consultar seus auxiliares e após alguns minutos, validou o gol, aos 29 minutos do segundo tempo. 

No Uruguai, Cunha chegou a ser proibidio de apitar jogos do Peñarol. Nesta Copa, porém, ele não chegou a se envolver em nenhum lance polêmco nos dois jogos em que apitou. Ele esteve presente na vitória da França por 2 a 1 sobre a Austrália e da vitória da Espanha sobre o Irã por 1 a 0. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.