Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Árbitro do clássico Palmeiras x São Paulo foi denunciado em 2014

Anderson Daronco já se envolveu em polêmica com o time alviverde

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

24 de junho de 2015 | 11h12

A CBF anunciou a arbitragem para a rodada do final de semana do Campeonato Brasileiro e o sorteado para o clássico entre Palmeiras e São Paulo, que será realizado, domingo, no Allianz Parque, foi Anderson Daronco, que no ano passado se envolveu em uma polêmica envolvendo o time alviverde, tanto que o clube pediu seu afastamento.

No dia 17 de setembro, Daronco apitou o empate em 2 a 2 entre Palmeiras e Flamengo em que os palmeirenses deixaram o gramado revoltados com sua atuação. Ele não marcou toque de mão do atacante Eduardo da Silva no lance do segundo gol do time carioca e ainda deixou de marcar um pênalti sobre o atacante Henrique. Na ocasião, o Palmeiras protocolou um pedido de afastamento e reciclagem do árbitro. O presidente Paulo Nobre foi até a Federação Paulista e conversou com o presidente Marco Polo Del Nero, onde pediu para a entidade ajudar o clube.

"A intenção da Sociedade Esportiva Palmeiras é que os árbitros envolvidos na partida possam ser submetidos a um período de reciclagem, estudos e aprimoramento profissional, para evitar que cometam novos erros e influenciem resultados de outras partidas, considerando que o Campeonato Brasileiro é a competição de maior relevância no País", explica o texto divulgado pelo clube no ano passado.

No clássico deste domingo, Daronco terá como assistentes, Rogerio Pablos Zanardo e Daniel Paulo Ziolli, ambos de São Paulo. O quarto árbitro será Alessandro Darcie e o delegado da partida, Almir Alves de Mello. Desde essa partida, Daronco não esteve mais em jogos do Palmeiras. Neste ano, ele já apitou seis jogos no Brasileiro. Foram eles: Cruzeiro 0 x 1 Corinthians, Atlético-MG 4 x 1 Fluminense, Cruzeiro 1 x 1 Ponte Preta, Goiás 1 x 1 Grêmio, Flamengo 1 x 0 Chapecoense e Sport 2 x 1 Vasco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.