Árbitro recusa camisa de Neymar e redes sociais repercutem

Brasileiro tenta fazer as pazes com Jose Buitrago

O Estado de S. Paulo

18 de novembro de 2015 | 00h55

Depois de muita discussão com o árbitro nos 90 minutos da vitória do Brasil sobre o Peru, Neymar tentou fazer as pazes com Jose Buitrago no fim do jogo. O astro brasileiro tirou sua camisa no apito final e tentou dar de presente para Buitrago, que a recusou. O atacante do Barcelona sofreu dez faltas durante o confronto e chegou a tomar um cartão amarelo de Mr. Bean, apelido do árbitro colombiano pela semelhança com o ator Rowan Atkinson.

A cena chamou a atenção nas redes sociais e os internautas ficaram divididos sobre o fato. Alguns brincaram com o nome da seleção. Neymar agora se prepara para servir o Barcelona na partida de sábado contra o Real Madrid, no maior confronto da Espanha e um dos mais badalados do mundo. O jogo será no Santiago Bernabéu. O craque brasileiro, como todo torcedor do Barcelona, vive a expectativa da volta de Messi, que se recupera de lesão.

Neymar tem sido orientado a deixar o árbitro de lado nas partidas, principalmente com a camisa da seleção. O jogador ainda lamenta seu destempero na Copa América, quando foi expulso contra a Colômbia e acabou prejudicando o time de Dunga. Na Fonte Nova, o atacante sofreu algumas faltas duras, mas também revidou. O juiz, que ainda não deu declarações sobre o episódio, talvez tenha entendido como 'provocação' o gesto do brasileiro.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.