Daniel Batista/Estadão
Daniel Batista/Estadão

Árbitro relata xingamentos de Bruno César em súmula

Meia palmeirense pode receber punição mais severa do Tribunal de Justiça Desportiva

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2014 | 13h09

SÃO PAULO - A expulsão no jogo do Palmeiras contra o Botafogo pode custar caro a Bruno César. O meia poderá receber uma punição mais severa no Tribunal de Justiça Desportiva (SP) em razão dos xingamentos ao árbitro relatados na súmula da partida, disputada no domingo. No documento, o juiz Robério Pereira Pires registrou que foi ofendido com palavrões pelo jogador. Foram os xingamentos que causaram a expulsão de Bruno César, segundos depois de receber o cartão amarelo.

"Expulso diretamente com o uso do cartão vermelho, por, depois de cometer uma infração e ser advertido com cartão amarelo, dirigir-se a mim em elevado tom de voz, proferindo as seguintes palavras: ''vai tomar no c..., filho da p...''", relatou o árbitro na súmula. As ofensas abreviaram a participação de Bruno César no duelo, vencido pelo Botafogo por 3 a 1. O meia acabou ficando apenas 29 minutos em campo, depois de entrar no intervalo.

PRÓXIMA RODADA

Sem poder contar com Bruno César, o técnico Gilson Kleina não deverá se preocupar com a armação do time na próxima rodada. Valdivia, que vem sendo poupado em algumas partidas do Paulistão, colocou-se à disposição para jogar a segunda partida seguida. "Foi muita correria nesse jogo, mas estou bem, espero atuar na próxima partida", afirmou o meia, ao fim da derrota de domingo. Ele deve ser titular novamente no jogo contra o São Bernardo, na quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.