Paulo Pinto/saopaulofc.net
Paulo Pinto/saopaulofc.net

Arboleda faz balanço do primeiro ano no São Paulo: 'Já me sinto brasileiro'

Zagueiro equatoriano chegou ao Morumbi em junho e logo conquistou a vaga no time titular

Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2017 | 18h20

O zagueiro equatoriano Arboleda fez um balanço de sua temporada de estreia no futebol brasileiro. O jogador chegou ao São Paulo em junho, conquistou espaço no time e de quebra se tornou titular da seleção de seu país.

+ Leia mais notícias sobre o São Paulo

+ Raí não descarta chance de ter Lugano no departamento de futebol do São Paulo

+ 'Se o deixarem trabalhar, as coisas vão melhorar', diz Ceni sobre Raí no São Paulo

"Foi uma temporada muito importante na minha carreira. Trabalhei forte para chegar ao São Paulo e, felizmente, as coisas saíram da melhor maneira individualmente. Quero seguir com este embalo, em 2018, para ajudar os meus companheiros na briga por títulos", disse Arboleda ao site oficial do São Paulo.

O zagueiro foi revelado pelo Olmedo, do Equador, em 2010. Na sequência passou por Municipal de Cañas, Deportivo Grécia e LDU de Loja. Em 2015, foi negociado com a Universidad Católica, do Chile, quando chamou a atenção do São Paulo.

A estreia no time paulista aconteceu no clássico contra o Santos, quando ele marcou um dos gols na derrota por 3 a 2, na Vila Belmiro. No total foram 23 partidas com a camisa do São Paulo e três gols - também balançou as redes na vitória sobre o Cruzeiro por 3 a 2 no empate em 2 a 2 contra a Chapecoense.

"Não quero diminuir o ritmo. Minha meta é continuar com este potencial para vencer aqui", afirmou. "Estou contente aqui e quero ficar muitos anos no São Paulo. Já me sinto brasileiro (risos). Em 2018, vamos retribuir todo o carinho que recebemos dos torcedores", finalizou.

O elenco do São Paulo está em férias após o encerramento da participação no Campeonato Brasileiro. Em 2018, o primeiro compromisso oficial do time será em 17 de janeiro, fora de casa, diante do São Bento, pelo Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.