Arce reforça Palmeiras em Teresina

O treinador Vanderlei Luxemburgo, contrariando o que havia dito segunda-feira, confirmou a escalação do lateral Arce na partida desta quarta-feira contra o Bahia em Teresina, às 19h15, na estréia da Copa dos Campeões. No entanto, ao ser questionado sobre os motivos que o levaram a mudar de idéia, se exaltou e assustou os tocedores que compareceram ao treino no Estádio Lindolfo Monteiro em busca de autógrafos. ?Eu não tenho que te dar explicações sobre as mudanças que faço. As coisas são definidas internamente. Aliás, eu não estou nem aí para o que você vai escrever. Você deve estar me perguntando isso porque escreveu uma coisa e agora terá de se desmentir?, concluiu, visivelmente trantornado. Segunda-feira, Luxemburgo havia dito que Arce, por estar sem o ritmo de jogo dos demais, não deveria começar a partida contra o Bahia. O lateral, que disputou a Copa do Mundo pelo Paraguai, ficou dez dias em Assunção e retornou aos treinos apenas no início da semana. A opinião do técnico foi reforçada pelo preparador físico Walmir Cruz, para quem seria uma temeridade escalar o jogador. Antes de perder a calma, Luxemburgo justificou a opção. ?Conversei com ele (Arce) e decidi que iria jogar. Tenho apenas três jogos para decidir a sorte na Copa dos Campeões. Se ele não atuar contra o Bahia, sobrarão apenas dois.? Arce jurou que não sabia de sua escalação. ?Pergunte ao Vanderlei, ele é o treinador. Ele é quem escala.? Indagado sobre sua forma física, o paraguaio limitou-se a sorrir. Os jogadores respiraram aliviados com a confirmação de Arce, muito querido pelo grupo. ?Ele é um exemplo a ser seguido. Foi um dos destaques do Paraguai na Copa e sua presença certamente aumentará a motivação contra o Bahia?, afirmou o zagueiro César. A equipe que entará em campo está reformulada em relação ao primeiro semestre. Deixaram o clube Christian, Alex, Claudecir, Fernando, Misso e Adriano. Galeano foi encostado por Luxemburgo, que além de efetivar Célio como volante, promoverá a estréia de Diego na lateral esquerda. No gol, Sérgio, que havia pedido para mudar de ares antes da viagem para Teresina, descontente com a reserva de Marcos, terá nova chance. ?É um orgulho ser reserva de um campeão mundial.? Luxemburgo também definiu que Itamar será o companheiro de Nenê no ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.