Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Arena do Palmeiras volta a ter nome coberto com faixa para respeitar regra da Libertadores

Placas de publicidade com nome do estádio não podem ofuscar patrocinadores do torneio

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2017 | 20h03

O Allianz Parque ganhou um adereço improvisado para o jogo desta quarta-feira do Palmeiras com o Jorge Wilstermann, da Bolívia, pela Copa Libertadores. Os responsáveis pela arena precisaram cobrir com uma faixa as placas de publicidade com o nome do estádio para não desrespeitar uma norma da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) de proteção às marcas patrocinadoras do torneio.

O local da partida, válida pela segunda rodada da fase de grupos da competição, ganhou uma faixa azul por cima do letreiro que exibe o nome Allianz Parque. O adereço, usado para cobrir o nome do estádio, foi colocado em toda a extensão da arena. No ano passado o Palmeiras jogou pela primeira vez uma Libertadores na nova arena e também foi preciso ceder à exigência da Conmebol para não atrapalhar a publicidade de empresas ligadas à entidade.

A determinação consta, inclusive, no manual de direitos de patrocínio entregue pela Conmebol aos times participantes. A WTorre, construtora do estádio, chegou a relutar contra a determinação em 2016, porém teve de ceder e adotar a mesma medida de cobrir o nome da arena para evitar problemas com a organização da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.