Arena do Grêmio recebe edição da Copa dos Refugiados em Porto Alegre

São 110 atletas migrantes e refugiados representando países como Senegal, Angola, Haiti, Venezuela, Colômbia e Peru

O Estado de S. Paulo

22 de março de 2017 | 17h06

Com 110 atletas migrantes e refugiados representando seus países, como Senegal, Angola, Haiti, Venezuela, Colômbia e Peru, vai ocorrer neste domingo, 25 de abril, a partir das 13h, mas uma edição da Copa dos Refugiados. O evento será realizado na Arena do Grêmio e faz parte do calendário da 58ª Semana de Porto Alegre, que comemora os 245 anos da capital gaúcha.

A Copa dos Refugiados surgiu em 2014, em São Paulo, através da iniciativa do congolês Jean Katumba. A ideia era integrar os migrantes à sociedade e promover um evento de inclusão social. Para a edição na Arena do Grêmio, basta levar 1 kg de alimento não perecível, em embalagem lacrada e dentro da validade. Todo produto arrecadado será enviado a refugiados mais necessitados.

"A ideia é que o torneio sirva não só como integração social, mas também possibilite melhores condições de vida para nossos novos cidadãos", explica Rodrigo Vicêncio, um dos organizadores do evento. A competição terá oito times e logo às 13h será realizada uma cerimônia de abertura e depois serão disputadas as partidas, entre 14h e 16h. A premiação e encerramento vão até 17h.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.