Arena reclama de pênalti e diz que pegou o grupo mais difícil

O técnico dos Estados Unidos, Bruce Arena, reconheceu nesta quinta-feira estar "decepcionado" pela eliminação de sua equipe na primeira fase da Copa do Mundo, após a derrota de 2 a 1 para Gana, em Nuremberg. Arena não concordou com o pênalti marcado pelo árbitro alemão Markus Merk no fim do primeiro tempo, que gerou o gol da vitória dos africanos. "Se apitarem pênalti a cada atrito na área, cada jogo terá pelo menos 15 deles", ironizou Arena, explicando que a atuação de seus comandados foi boa, mesmo com a derrota. "Estávamos no grupo mais difícil do Mundial e chegamos até a última partida com chances de classificação", lamentou o treinador, que diz que se não seguir comandando a seleção norte-americana, tem "algumas opções interessantes para analisar".A seleção americana acabou na lanterna do grupo E, com apenas um ponto, atrás de Itália, com sete; Gana, com seis; e República Checa com quatro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.