Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Arena renderá US$ 1 bilhão ao Palmeiras, diz WTorre

De acordo com a construtora, lucro virá do aluguel para eventos e shows nos próximos 30 anos

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

26 de junho de 2012 | 14h17

A WTorre, responsável pelas obras da Arena Palestra, divulgou um estudo nesta terça-feira que prevê que o Palmeiras irá faturar US$ 1 bilhão com o estádio durante o período de 30 anos em que o local será administrado pela construtora. Esse valor, segundo a empresa, representa apenas o que for arrecadado com o aluguel para eventos e shows - sem contar a bilheteria dos jogos, que ficará com o clube.

Pelo acordo firmado com a construtora, o Palmeiras vai ganhar uma porcentagem progressiva do que for arrecadado com o aluguel da Arena Palestra para eventos e shows. No começo, a parte do clube será de 20% nessa receita específica do estádio, sendo que haverá um acréscimo de 5% a cada cinco anos, chegando a 45% no final do contrato.

"O Palmeiras deve receber 1 bilhão de dólares nos 30 anos. Vai entrar receita nova para o clube", afirmou Rogério Dezembro, diretor de novos negócios da WTorre, durante uma visita para a imprensa, realizada nesta terça-feira, nas obras da Arena Palestra.

De acordo com a construtora, a previsão anual para a Arena Palestra é ousada: 120 eventos corporativos no centro de convenções do local, de 10 a 12 shows no estádio (capacidade para 60 mil pessoas), de 40 a 50 shows no anfiteatro (capacidade para 15 mil pessoas) e até 40 jogos de futebol.

"Não vai haver outro projeto como esse no Brasil. Primeiro, porque nem em Las Vegas tem essa quantidade e diversidade de eventos como aqui em São Paulo. Em segundo lugar, o Palmeiras é um time grande, com torcida grande e de alto poder aquisitivo. E em terceiro, pela localização do estádio", disse Rogério Dezembro.

 

Durante a visita desta terça-feira, Rogério Dezembro também fez um balanço do andamento das obras. Segundo ele, 42% de todo o projeto está concluído - os prédios administrativo e poliesportivo já foram entregues ao Palmeiras - e 35% do estádio foi finalizado. A previsão de entrega é no segundo semestre do ano que vem, sem um mês específico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasWTorre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.