Ricardo Duarte/Divulgação
Ricardo Duarte/Divulgação

Argel celebra goleada do Inter e promete churrasco para o elenco

Técnico organizou cerca de 15 churrascos em seu antigo clube

Estadão Conteúdo

03 de setembro de 2015 | 09h37

O Internacional não tomou conhecimento do Vasco na última quarta-feira e goleou por 6 a 0 no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado, como não poderia deixar de ser, deixou o técnico Argel Fucks bastante satisfeito. Para comemorar a vitória e unir mais o elenco, o treinador prometeu que esta quinta-feira será dia de churrasco. O "prêmio" faz parte da rotina de Argel, que já organizou cerca de 15 churrascos quando comandava o Figueirense.

Por outro lado, o comandante preferiu ponderar o resultado e garantiu que o time gaúcho não fez nada além de sua obrigação após a derrota do fim de semana para o Avaí. "Primeiramente, a gente não fez mais do que a nossa obrigação. Futebol nos ensina que quando você perde, não precisa fazer uma tempestade em um copo d''água", comentou.

"Mesmo vindo de uma derrota, não nos abalou a parte psicológica. Pelo contrário, a equipe estava com uma vontade muito grande de dar uma resposta. Tivemos humildade e seriedade. O mais importante é o comprometimento. Jogadas rápidas pelo lado, infiltração, fizemos uma grande partida. Tudo o que fizemos no campo, passa pelo treinamento."

A vitória do Inter foi encaminhada ainda no primeiro tempo da última quarta, quando o time abriu 2 a 0. No intervalo, no entanto, Argel não quis saber de pedir para o time tirar o pé. Pelo contrário, lançou Lisandro López à partida, colocou seus comandados para frente e o resultado foi a goleada.

"Quando você faz 3 a 0 é importante, mas não é decisivo. Em momento algum tem que tirar o pé do acelerador, para matar a partida o quanto antes. Cansamos de ver viradas por 3 a 2. No primeiro tempo, fizemos uma partida muito equilibrada, colocamos o adversário em situações difíceis. E é isso que falamos no vestiário, não acomodar, esse comprometimento de não tirar o pé. Voltamos numa pressão grande, buscando o terceiro gol. Foi importante a atitude", avaliou o técnico.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoInterArgel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.