Ivan Ivarado| Reuters
Ivan Ivarado| Reuters

Argentina assume liderança do ranking da Fifa e Brasil cai para 7°

Seleção conquista a primeira colocação após os triunfos nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2018

Estadão Conteúdo

07 de abril de 2016 | 09h45

A Argentina está de volta à liderança do ranking da Fifa. A atualização de abril da lista recolocou os atuais vice-campeões mundiais e da Copa América na primeira colocação da lista, ultrapassando a Bélgica, que reinou durante cinco meses, mas agora acabou sendo ultrapassada. A volta da Argentina ao topo da lista da Fifa se dá após a equipe conquistar duas vitórias em março nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, diante do Chile (2 a 1) e da Bolívia (2 a 0).

Os resultados levaram a seleção argentina aos 1.532 pontos, agora à frente da Bélgica, com 1.352 e que foi derrotada pela seleção de Portugal (2 a 1) em amistoso disputado no último mês. Já a seleção brasileira, que não venceu nos últimos dois compromissos nas Eliminatórias - empatou por 2 a 2 com Uruguai e Paraguai - perdeu uma posição nesta atualização do ranking da Fifa. Agora a equipe pentacampeã mundial aparece apenas na sétima colocação, com 1.251 pontos.

Esta queda do Brasil é praticamente uma exceção entre as principais equipes sul-americanas, que ascenderam na lista, se aproveitando da realização de jogos das Eliminatórias da Copa, que rendem mais pontos do que os amistosos disputados pelas seleções europeias, que só iniciarão o torneio classificatório para o Mundial da Rússia em setembro.

Assim, o Chile, que no ano passado venceu a Copa América, ascendeu duas posições e está em terceiro lugar no ranking, depois de perder para a Argentina e golear a Venezuela (4 a 1) nas Eliminatórias. A Colômbia ganhou quatro postos e ocupa a quarta posição depois de triunfos diante de Bolívia (3 a 2) e Equador (3 a 1). A seleção uruguaia entrou no Top 10 da lista ao ganhar duas posições, atingindo o nono lugar, após empatar com o Brasil e vencer o Peru (1 a 0), resultados que mantiveram a equipe na liderança das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

A ascensão de Colômbia e Chile deixou a atual campeã mundial Alemanha apenas em quinto lugar no ranking, após disputar clássicos no último mês - perdeu para a Inglaterra por 3 a 2 e goleou a Itália por 4 a 1 -, em amistosos preparatórios para a Eurocopa. A Espanha, atual campeã da Eurocopa e que empatou em amistosos com a Itália (1 a 1) e a Romênia (0 a 0) ocupa a seta colocação. Já a seleção portuguesa, que perdeu para a Bulgária (1 a 0) e venceu a Bélgica, está logo atrás do Brasil, em oitavo lugar. E o Top 10 é fechado pela Inglaterra, que em março venceu a Alemanha e perdeu para a Holanda (2 a 1) em amistosos.

O México subiu seis posições no ranking e agora é a número 16 do mundo, sendo a mais bem classificada seleção da Concacaf. A Argélia é a melhor da África, em 33º lugar, enquanto o Irã lidera entre as equipes asiáticas, na 42ª colocação. A próxima atualização da lista será divulgada em 5 de maio.

CONFIRA OS 20 DO RANKING

1º - Argentina, 1.532 pontos

2º - Bélgica, 1.352

3º - Chile, 1.348

4º - Colômbia, 1.337

5º - Alemanha, 1.309

6º - Espanha, 1.277

7º - Brasil, 1.251

8º - Portugal, 1.184

9º - Uruguai, 1.158

10º - Inglaterra, 1.069

11º - Áustria, 1.067

12º - Equador, 1.019

13º - Turquia, 983

14º - Suíça, 974

15º - Itália, 959

16º - México, 934

17º - Holanda, 931

18º - Hungria, 925

19º - Romênia, 922

20º - Bósnia-Herzegovina, 913

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.