Jorge Adorno/Reuters
Jorge Adorno/Reuters

Argentina celebra vaga na Copa do Mundo e Sabella vê seleção crescendo

Argentinos não venciam em Assunção pelas Eliminatórias desde julho de 1997

AE-AP, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 10h33

ASSUNÇÃO - O técnico da seleção da Argentina, Alejandro Sabella, elogiou o desempenho da sua equipe, avaliou que ela cresceu à medida que as Eliminatórias Sul-Americanas transcorriam, sacramentando a classificação para a Copa do Mundo de 2014 na noite de terça-feira, duas rodadas antes do encerramento do torneio classificatório.

Com uma atuação magistral de Lionel Messi, autor de dois gols, a Argentina goleou o Paraguai por 5 a 2, e se tornou a primeira seleção da América do Sul a se garantir na Copa através das Eliminatórias - o Brasil já estava classificado por ser o país anfitrião do torneio.

A Argentina disputará su 16ª Copa del Mundo desde 1930, não tendo ficado fora de nenhuma desde 1974. "Essa classificação devia estar totalmente definida em junho, quando disputamos as partidas da época, mas como nós não conseguimos os pontos necessários, os jogadores conseguiram controlar a ansiedade até hoje", disse Sabella.

Embora o resultado final projete a ideia de um jogo fácil, Sabella não viu assim. "Meus jogadores levaram alguns minutos para se adaptar (ao campo), mas quando conseguiram, fizeram circular a bola para encontrar os gols", disse. "Além disso, como o Paraguai entrou jogando sabendo que estava eliminado, tomamos precauções para que não representasse uma faca de dois gumes", disse.

A Argentina não vencia em Assunção pelas Eliminatórias desde julho de 1997, quando ganhou por 2 a 1, com gols de Marcelo Gallardo e Juan Sebastian Verón. O treinador, então, era Daniel Passarella, com Sabella como assistente. "A equipe foi crescendo, se montou um grupo muito bom, eles se dão bem fora de campo e mostram isso dentro", disse o técnico, sobre o desempenho da Argentina nas Eliminatórias.

Já Messi negou que tenhas sido o jogador mais decisivo para a vitória de terça. "Eu não acho que fui o homem do jogo. Meus companheiros fizeram muito para alcançar este resultado, que garante a classificação". "Nós conseguimos o que queríamos de uma grande forma", disse Messi. "Faz tempo que estamos fazendo as coisas direito".

O atacante do Barcelona disse que a seleção precisa "seguir ganhando dessa maneira, crescendo". "Eu sempre repito que estamos em um bom caminho, mas ainda precisamos melhorar e seguir em frente para chegar bem na Copa do Mundo", disse. "Para ser campeão nos falta muito. Ser campeão é um sonho de todos, mas ainda falta muito".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.