Argentina derrota Uruguai por 4 a 2

Não poderia ter sido melhor a estréia do técnico José Pekerman na seleção argentina. Contra um tradicional rival, o Uruguai, uma vitória convicente por 4 a 2, neste sábado, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. E, com isso, os argentinos alcançam a liderança provisória das Eliminatórias para a Copa de 2006, pelo menos até o jogo do Brasil contra a Venezuela, a partir das 22 horas - têm 18 pontos, contra 16 dos brasileiros.Pekerman foi escolhido para substituir Marcelo Bielsa, que pediu demissão mesmo depois de conquistar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas. E já promoveu algumas mudanças no time, ao promover os retornos de Riquelme e Saviola, que não vinham tendo muita chance na seleção.As mudanças parecem ter dado certo. Com um futebol envolvente, a Argentina logo abriu boa vantagem sobre o Uruguai. Aos 6 minutos, Lucho González aproveitou passe de Sorín e fez 1 a 0. Aos 32, Figueroa, que entrou no lugar de Crespo - vetado antes do jogo por contusão -, ampliou para os argentinos. E, ainda no primeiro tempo, Javier Zanetti marcou mais um aos 45.Na segunda etapa, a Argentina fez mais um, novamente com Figueroa, aos 9 minutos. Depois, o Uruguai resolveu reagir. Cristian Rodríguez e Chevantón, de pênalti, descontaram aos 18 e aos 42, respectivamente.A Argentina volta a jogar na quarta-feira, contra o Chile, em Santiago. E o Uruguai, que permanece com 10 pontos nas Eliminatórias, cada vez mais longe da vaga para a Copa, vai até La Paz, na terça, para enfrentar a Bolívia.

Agencia Estado,

09 de outubro de 2004 | 16h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.