Bernat Armangue/AP
Bernat Armangue/AP

Argentina e Brasil estão acima dos outros, diz técnico paraguaio

Gerardo Martino afirma que argentinos são os grandes favoritos à conquista da Copa

Reuters

29 de junho de 2010 | 17h53

PRETÓRIA - As seleções de Argentina e Brasil estão ditando a pauta na Copa da África do Sul, enquanto o resto das equipes estão em outro nível, disse nesta terça-feira, 29, o técnico do Paraguai, Gerardo Martino.

Veja também:

linkParaguai dedica classificação ao atacante Cabañas

linkMartino diz que Paraguai venceu time mais 'acessível' 

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

 

O Paraguai se classificou pela primeira vez às quartas de final de um Mundial ao vencer o Japão por 5 x 3 em disputa de pênaltis depois de um empate de 0 x 0 e se juntou a Brasil, Argentina e Uruguai.

 

É a primeira vez na história da Copa do Mundo que quatro equipes sul-americanas alcançam esta fase da competição. A Argentina derrotou o México por 3 x 1 no domingo, enquanto o Brasil bateu o Chile por 3 x 0 na segunda-feira. "Se não fosse pelo Brasil ontem, a Argentina seria a favorita", disse Martino em coletiva de imprensa.

 

"A Argentina continua sendo o grande candidato, mas o Brasil está crescendo como sempre no Mundial e ontem (segunda-feira) resolveu uma partida muito complicada", acrescentou o treinador nascido na Argentina.

 

A equipe conduzida por Diego Maradona venceu as quatro partidas disputadas até o momento, marca só igualada pela Holanda neste torneio. Também é o time com mais gols marcados -- 10 nas duas fases.

 

Nesse meio tempo o Brasil deixou para trás a imagem pouco convincente da fase inicial ao derrotar o Chile com gols e lances de futebol de alto nível.

 

"Eles estão aí. Depois vêm os outros, os que tentamos fazer as coisas bem", ressaltou Martino.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.