Argentina e Chile querem sediar copa

Argentina e Chile deverão ser os primeiros obstáculos que o Brasil terá de superar em sua empreitada para sediar a Copa do Mundo de 2010. De acordo com o jornal chileno ?La Tercera?, dirigentes e autoridades políticas dos dois países estão articulando a apresentação de uma candidatura conjunta, segundo a qual Argentina e Chile iriam dividir a organização do Mundial, a exemplo do que ocorrerá com Japão e Coréia do Sul em 2002. De acordo com o presidente da Comissão de Esportes da Câmara de Deputados da Argentina, Daniel Scioli, o assunto já chegou a ser discutido com o presidente da Associação de Futebol Argentina (AFA), Julio Grondona. ?Ele se mostrou totalmente favorável à iniciativa?, disse o parlamentar. Pelo lado chileno, o presidente da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP) Carlos Toro, confirmou a intenção. Segundo ele, o governo também está disposto a apoiar a proposta.Na última terça-feira, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira e o ex-jogador Pelé, anunciaram a intenção de colocar o País na briga para abrigar o Mundial de 2010. A candidatura brasileira ocorre um ano depois de ter sido retirada, em favor da África do Sul. No ano passado, o Brasil apoiou a candidatura sul-africana, mas a Fifa decidiu fazer o Mundial de 2006 na Alemanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.