Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

'Brigadas' com o gol, Argentina e Colômbia decidem vaga

Duas favoritas ao título da Copa América se enfrentam em jogo cheio de estrelas no reencontro de Messi com Pekerman

EFE

26 de junho de 2015 | 09h00

Duas das seleções favoritas ao título da Copa América, Argentina e Colômbia se enfrentaram nesta sexta-feira, às 20h30, no Estádio Sausalito, em Viña del Mar, na briga por uma vaga nas semifinais, mas quem quiser chegar lá terá que ajustar a pontaria e fazer as pazes com o gol.

As duas equipes contam com estrelas do futebol mundial, jogadores capazes de resolver partidas com passes, dribles, ou, principalmente, bola na rede. No entanto, pelo menos por enquanto, a maioria deles está devendo.

A bicampeã do mundo marcou apenas quatro vezes em três jogos até agora, duas com Agüero, uma com Higuaín e uma com Messi, que entrou para a seleção da primeira fase mais pelo nome que pelo futebol apresentado.

Entre os 'Cafeteros', comemorar um gol foi mais raro ainda. Embora conte com James Rodríguez, Falcao, Teo Gutiérrez e Jackson Martínez, a Colômbia fez apenas um, na vitória sobre o Brasil por 1 a 0, e com o zagueiro Murillo.

Se no papel o que se espera é um duelo parelho, o retrospecto é amplamente favorável à 'Albiceleste', que soma nove vitórias, cinco empates e apenas três derrotas contra a adversária desta sexta. Além disso, as duas seleções se enfrentaram nas três últimas edições da Copa América, com duas vitórias da Argentina, nas semifinais de 2004 e na fase de grupos de 2007, e um empate, na fase de grupos de 2011.

O último triunfo dos colombianos pelo torneio remete aos pênaltis perdidos pelo ex-atacante Martín Palermo, em 1999. Na ocasião, em Luque (Paraguai), o "hat-trick as avessas" do ex-jogador do Boca Juniors culminou com um 3 a 0 a favor de Ivan Córdoba, Alexander Viveros e companhia.

Para a partida desta sexta, o técnico Gerardo Martino tem todos os atletas à disposição. Atletas como o zagueiro Otamendi e Agüero, que foram poupados na vitória sobre a Jamaica por 1 a 0, no último sábado, estarão de volta.

Na Colômbia, por outro lado, o argentino José Pekerman perdeu os dois volantes titulares. Edwin Valencia, do Santos, sofreu uma grave lesão no joelho, e Carlos Sánchez está suspenso. O treinador Vem fazendo mistério quanto à escalação, mas garantiu ter plena confiança nos suplentes.

"A equipe tem talento, jogadores. Não é a primeira vez que sofremos com jogadores lesionados ou ausências importantes. Este grupo se acostumou a sair de situações difíceis", declarou Pekerman, que dirigiu a 'Albiceleste' na Copa do Mundo de 2006.

REENCONTRO

Nesta sexta-feira, Messi reencontrará José Pekerman, o homem que o lançou na seleção principal e o levou para sua primeira Copa do Mundo. Sobre isso, o argentino que treina a seleção colombiana declarou: “Sonhei que Messi ia ser exatamente o que é hoje, ou seja, o melhor do mundo”.

FICHA TÉCNICA:

Argentina: Romero; Zabaleta, Garay, Otamendi e Rojo; Mascherano, Biglia e Pastore; Di María, Messi e Agüero. Técnico: Gerardo Martino.

Colômbia: Ospina; Zúñiga, Murillo, Zapata e Armero; Arias (Franco), Mejía, Cuadrado e James Rodríguez; Gutiérrez e Falcao. Técnico: José Pekerman.

Árbitro: Roberto García Orozco (México).

Local: Estádio Sausalito, em Viña del Mar.

Transmissão: SporTV, às 20h30.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.