Argentina e Venezuela duelam pela 2.ª vitória nas Eliminatórias

Argentinos devem manter o mesmo esquema do duelo com o Chile, com Riquelme como principal articulador

Efe,

16 de outubro de 2007 | 10h06

A Venezuela recebe nesta terça-feira a Argentina no Estádio José Pachencho Romero, em Maracaibo, às 22h40 de Brasília, em partida que reúne duas equipes que começaram com vitória nas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo de 2010. Veja também:  Classificação das Eliminatórias Os donos da casa são só otimismo para o importante confronto. Afinal, a equipe vem de uma surpreendente vitória de 1 a 0 diante do Equador em plena Quito, na estréia da competição. Nesta terça, a meta é dar fim a uma série de oito derrotas contra os argentinos, quatro delas em território venezuelano - a última, em 2003, foi uma goleada de 3 a 0. Segundo o técnico da Venezuela, Richard Páez, a idéia é continuar demonstrando a evolução do futebol do país, que definitivamente deixou o posto de saco de pancadas do continente. Por enquanto, a principal dor de cabeça do treinador é recuperar o meia Juan Arango, destaque do time, com um problema no tornozelo direito. O próprio jogador acredita que estará em campo sem problemas. Se Arango não for liberado num teste antes da partida, sua vaga deverá ser ocupada por Alejandro Guerra. No mais, a escalação deverá ser a mesma, com Giancarlo Maldonado como único atacante. O técnico da Argentina, Alfio Basile, está tranqüilo, pois a equipe vem de vitória sobre o Chile na estréia e é favorita para o jogo. A intenção dos argentinos é esquecer as péssimas lembranças da cidade, palco da derrota de 3 a 0 para o Brasil na fina da Copa América. Basile deve manter o mesmo esquema usado no Monumental de Núñez, com o meia Riquelme como principal articulador de jogadas. Mas ele não descarta realizar outras mudanças para poupar atletas - com isso, os atacantes Sergio Agüero e Javier Saviola podem ganhar uma chance. O trio de arbitragem será formado por brasileiros. O gaúcho Carlos Eugênio Simon será o juiz, auxiliado pelo paulista Valter José dos Reis e o carioca Aristeu Tavares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.