Argentina fala em ?pesadelo" e ?surra"

?Pesadelo?, ?surra? e ?superioridade terrível? foram alguns dos adjetivos usados pelos jornais argentinos nesta quinta-feira para descrever a derrota de 4 a 1 da seleção do país para o Brasil na final da Copa das Confederações.O Clarín disse que a equipe argentina viveu ?um pesadelo? e perdeu por ?uma goleada indiscutível?.A Argentina ?terminou impotente, sem saber o que fazer frente à tremenda superioridade do rival?, conclui o Clarín.Já o La Nación afirma que os argentinos sucumbiram ?à variedade de recursos do Brasil? e ?levou uma surra? em Frankfurt.E o diário esportivo Olé decidiu sair sem notícias em sua capa nesta quinta-feira.?Erro: 30/06/2005. Por razões técnicas não foi possível imprimir esta capa. Desculpem e até amanhã.? Reprodução/AECapa do jornal "Olé" omite a goleada do Brasil sobre a Argentina.Na reportagem sobre o jogo, o jornal admite que o Brasil mostrou uma ?superioridade terrível? durante os 90 minutos.?Por um dia, ou por um momento, deu vontade de aplaudir o Brasil com mais inveja do que ódio pelo talento alheio?, diz o Olé.Outros paísesEm outros países sobram elogios para a equipe comandada por Carlos Alberto Parreira.O espanhol La Vanguardia diz que o Brasil passou pela Argentina como ?um furacão? e que Adriano se ?consagrou como o homem que vai causar a aposentadoria antecipada de Ronaldo?.O El Mundo Deportivo afirma que o Brasil ?humilhou? a Argentina e que ?houve um banho de samba sob a chuva?.O francês L?Équipe diz que foi ?um prazer? ver os brasileiros jogarem e que Adriano comprovou seu ?poder monumental de perfuração? das defesas adversárias.E os anfitriões alemães não ficaram atrás, com o Süddeutsche Zeitung qualificando a atuação brasileira de um ?capítulo do livro-texto? sobre como jogar futebol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.