Agustin Marcarian/Reuters
Agustin Marcarian/Reuters

Argentina faz 1ª atividade em Barcelona e Dybala fala em 'dar tudo' nos treinos

Seleção liderada por Lionel Messi intensifica trabalhos visando a Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

01 Junho 2018 | 17h22

O elenco da seleção argentina desembarcou na última quinta-feira na Catalunha e realizou nesta sexta seu primeiro treino nas instalações do Barcelona. Na cidade onde Lionel Messi brilha, a delegação encerrará a preparação até a viagem para a Rússia, para a disputa da Copa do Mundo.

+ Lesionados, Renato Augusto e Douglas Costa desfalcam o Brasil em amistoso

+ EUA se consolidam como favoritos na corrida para sediar a Copa de 2026

Neste primeiro trabalho em território catalão, o técnico Jorge Sampaoli comandou uma atividade mais leve. Os jogadores realizaram exercícios de coordenação e potência no gramado, além de um breve treinamento tático. O atacante Paulo Dybala falou sobre a expectativa às vésperas do Mundial.

"Estamos muito feliz por estarmos aqui. Nos encontramos na contagem regressiva, falta muito pouco para a Copa do Mundo. Estamos concentrados no que virá, e em cada treinamento damos tudo porque está se aproximando uma competição muito linda", declarou ao site da Associação do Futebol Argentino (AFA).

Jogador da Juventus, Dybala chegou a ficar de fora de algumas convocações de Sampaoli, mas foi lembrado na lista final para a Copa do Mundo. O jogador da Juventus enalteceu as instalações do Barcelona e considerou que trata-se do lugar ideal para que a seleção encerre a preparação.

"O CT do Barcelona é muito lindo. O campo de treinamento está em ótimas condições. Podemos levar ao máximo tudo o que nos pede o treinador, de uma forma muito linda. Estou contente, desfrutando de conhecer esta instalação", apontou.

A seleção argentina está no Grupo D da Copa do Mundo, ao lado de Croácia, Nigéria e Islândia, adversária da estreia, dia 16 de junho, em Moscou. Antes, porém, a equipe fecha a preparação com um amistoso diante de Israel, marcado para o dia 8, em Jerusalém.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.