Argentina mantém o 100% e se classifica às oitavas de final da Copa

Demichelis e Palermo fizeram os 2 a 0 que mandaram a Grécia de volta para casa; A Coreia do Sul se classificou com um empate diante da Nigéria

ANDRÉ AVELAR, estadão.com.br

22 de junho de 2010 | 17h20

Eddie Keogh/Reuters

SÃO PAULO - A Argentina dependia apenas de si para avançar nesta terça-feira, 22, às oitavas de final da Copa do Mundo. Como se estivesse treinando, conseguiu com um 2 a 0 sobre a Grécia, no Peter Mokaba, em Polokwane. Na próxima fase, enfrenta o México. Outra classificada do Grupo B, a Coreia do Sul pega o Uruguai.

Veja também:

link Torcedores argentinos celebram e vaga às oitavas

mais imagens IMAGENS - Os lances de Grécia e Argentina

mais imagens OLHAR SOBRE O MUNDO - As melhores fotos do dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

"Filme repetido. Final diferente?"
Não faz muito tempo que esse filme passou: Argentina e México em uma oitavas de final de Copa. Jogo emocionante que só terminou no golaço de M. Rodriguez no tempo extra.

Cada vez mais confirmando a condição de favorita, a seleção de Diego Maradona avança com 100% de aproveitamento. A Coreia do Sul termina a primeira fase com quatro pontos.

 

Com oito alterações em relação ao último jogo (apenas Romero, Demichelis e Messi continuaram entre os titulares), a seleção argentina se postou de maneira diferente. Continuou forte. Diego Maradona deu descanso para o futebol veloz e colocou em campo um time disposto a cadenciar o jogo.

 

"Salve o futebol"
A gente tem de pensar nas nossas preferências, mas tem de pensar também no futebol. Mesmo os mais anti-portenhos não conseguiriam secar a Argentina.

Sem pressa. Maestro do meio-campo, todos os ataques passavam pelo experiente Verón. Ele ditava o ritmo da equipe e dava mostras de que não precisava de muito para superar os gregos. Na frente, o melhor jogador do mundo Messi sofria com as faltas - principalmente as não marcadas pelo árbitro usbeque Ravshan Irmatov.

 

 

 Lionel Messi

5

Foram as finalizações do camisa 10 da seleção argentina, que ainda persegue seu primeiro gol no Mundial da África.

Se a zaga titular já não é das melhores, com as mudanças... A Argentina sofreu com o bate cabeça dos homens do setor. A Grécia que mal soube aproveitar. Isolado no ataque, Samaras pouco exigiu do goleiro Romero e o primeiro tempo terminou como começou.

Nem a notícia de que a Coreia estava empatando o seu jogo e, com isso, se classificando, a Grécia tomou a iniciativa do jogo. Continuou a contar com os erros da defesa adversária. A bola sobrou para Samaras, mas ele mandou longe do gol.

 

De tanto desperdiçar oportunidades, foi a Argentina que marcou aproveitando cobrança de escanteio. Demichelis subiu mais que a zaga e a bola bateu no seu companheiro Milito. Na sobra, o próprio zagueiro emendou para o gol para mais um show de Diego Maradona do banco de reservas.

 

 Grécia GRÉCIA 0
Tzorvas; Kyrgiakos, Vyntra, Papadopoulos, Torosidis (Patsa); Moras, Paspatathopoulos, Tziolis, Katsouranis     (Ninis), Karagounis (Spyropoulos); Samaras
Técnico: Otto Rehhagel
 Argentina ARGENTINA 2
Romero; Burdisso, Demichelis, Otamendi, C. Rodriguez; Bolatti    , Verón, M. Rodriguez (Di Maria), Messi; D. Milito (Palermo) e Kun Agüero (Pastore)
Técnico: Diego Maradona
Gols: Demichelis, aos 32; Palermo, aos 44 minutos do 2.º Tempo.

Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)

Estádio: Peter Mokaba, em Polokwane

Antes mesmo do gol, os "Hermanos" já trocavam passes por todos os lados do campo. Com a vantagem no placar e a classificação encaminhada, foi só esperar o jogo acabar. Messi ainda teve tempo de driblar meio time e acertar a trave. Mas o centroavante Palermo não desperdiçou sua chance e aproveitou o rebote para marcar o seu. Foi o primeiro gol do mítico atacante do Boca Juniors, em sua primeira Copa.

 

Já com a definição dos confrontos, o Uruguai enfrenta a Coreia do Sul, em 26 de junho, às 11 horas (Brasília), em Port Elizabeth. Um dia depois, a Argentina encara o México, às 15h30, em Johanesburgo. O estadão.com.br acompanha online todos os lances das partidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.