Kim Cheung/AP
Kim Cheung/AP

Argentina massacra a seleção de Hong Kong com dois gols de Messi

Seleção desconta a derrota por 2 a 0 no Superclássico das Américas para o Brasil em cima dos asiáticos com impiedosa goleada por 7 a 0

Estadão Conteúdo

14 de outubro de 2014 | 11h17

Derrotada pela seleção brasileira no Superclássico das Américas, no último sábado, a Argentina se reabilitou com uma goleada nesta terça-feira. Os atuais vice-campeões mundiais se aproveitaram da fragilidade da seleção de Hong Kong para derrotá-la por 7 a 0, concluindo o seu giro de duas partidas pela Ásia.

Em Hong Kong, a Argentina não encontrou qualquer dificuldade, mesmo que o técnico Alejandro Sabella não tenha começado o amistoso com a força máxima, deixando, inclusive, Lionel Messi no banco de reservas durante o primeiro tempo e parte da etapa final.

Assim, a Argentina abriu 3 a 0 logo no segundo tempo, com gols marcados por Ever Banega, aos 19, Gonzalo Higuaín, aos 43, e Nicolas Gaitan, aos 45 minutos. Na etapa final, Higuain ampliou aos nove, Gaitan marcou outra vez, aos 27 minutos, e Messi fez dois gols, aos 21 e aos 40 minutos para definir a goleada por 7 a 0. 

Após massacrar Hong Kong, a Argentina voltará a entrar em campo no próximo mês. Em novembro, no dia 18, Messi vai enfrentar Portugal, de Cristiano Ronaldo, em amistoso em Manchester.

Em outros amistosos realizados nesta terça-feira, a Costa Rica derrotou a Coreia do Sul por 3 a 1, em Seul. O meia Celso Borges foi o principal destaque do jogo ao marcar dois gols. Já a China derrotou o Paraguai por 2 a 1, em Changsha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.