Daniela Porcelli/CBF
Daniela Porcelli/CBF

Argentina pede adiamento de amistosos com o Brasil pelo futebol feminino

Decisão se deve ao aumento de casos de coronavírus na Europa, onde maioria das jogadoras atuam

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2020 | 12h15

A AFA (Associação do Futebol Argentino) pediu o adiamento dos amistosos que seriam realizados com a seleção brasileira feminina no dias 27 de novembro e 1º de dezembro. Os confrontos aconteceriam na Neo Química Arena, estádio do Corinthians, em São Paulo, e Morumbi, do São Paulo, e devem ser remarcados para 2021.

Foi divulgado um comunicado explicativo sobre os motivos que levaram a Argentina a pedir que os duelos ocorressem em nova data. Segundo a associação argentina, a maioria das atletas convocadas pelo técnico Carlos Borrello atua no futebol europeu, que tem experimentado crescente número de infecções por covid-19. A chamada segunda onda.

Assim, foi decidido que os amistosos serão realizados quando o contexto sanitário permita a retomada das atividades da seleção. A CBF concordou com a decisão e acatou o pedido da rival.

A situação da seleção brasileira não é muito diferente da argentina. Entre as 25 convocadas pela técnica sueca Pia Sundhage, 13 atuam no futebol estrangeiro. Esta seria a última oportunidade de a seleção feminina entrar em campo no ano. Em março, o Brasil participou de um torneio amistoso que envolveu França, Holanda e Canadá. Desde então, houve apenas duas convocações (em setemebro e outubro) para períodos de treinamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.