Argentina pega França em busca da 1.ª vitória com Basile

A seleção argentina, formada exclusivamente por jogadores que atuam na Europa, buscará a primeira vitória da nova era do técnico Alfio Basile no amistoso desta quarta-feira contra a França no Stade de France, em Paris.Após derrotas para Brasil (3 a 0) e Espanha (2 a 1), Basile precisa mostrar resultados antes de junho, quando começa a Copa América, na Venezuela. Segundo o técnico, a verdadeira equipe mostrará seu futebol apenas na competição sul-americana, quando terá o melhor à disposição.Por outro lado, o meio-campo Pablo Aimar, do Zaragoza, pode não estar em campo, razão pela qual Basile não descarta mudar o esquema habitual para adaptá-lo aos homens com os quais conta.Uma atração será o zagueiro Roberto Ayala, do Valencia, que completará 107 jogos pela seleção argentina e se tornará o jogador com mais participações vestindo a camisa do país, superando Diego Simeone.Na França, o técnico Raymond Domenech será obrigado a improvisar, já que não contará com muitos jogadores por motivo de lesão. Ele pretendia testar sua força máxima para o confronto com a Lituânia, pela Eurocopa, mas precisará pensar muito para levar a campo uma equipe competitiva.Na defesa, Domenech não terá William Gallas, Jean-Alain Boumsong e Philippe Mexès, além de Lilian Thuram, praticamente cortado. Com isso, o trabalho defensivo pode acabar com Julien Escudé e Julien Rodriguez, pouco acostumados com a função no time principal.A única certeza é que o setor ofensivo contará com Thierry Henry, homem mais temido pelos argentinos e com mais prestígio na seleção francesa. Seu companheiro de ataque pode ser David Trezeguet, que realizaria assim o sonho de enfrentar o país de suas origens, onde viveu dos 3 aos 17 anos e se formou como jogador.Os argentinos afirmam que o perigo do adversário desta quarta não está em um jogador, mas num conjunto que, ao contrário do que acontece na Argentina, vem jogando junto há mais tempo. Ficha Técnica:França x ArgentinaFrança - Coupet; Sagnol, Givet, Squillaci (Rodriguez) e Abidal (Escudé); Makelele, Vieira, Ribery e Malouda; Henry e Trezeguet. Técnico: Raymond Domenech. Argentina - Abbondanzieri; Zanetti, Ayala, Gabriel Milito e Heinze; Cambiasso, Lucho González, Gago, e Somoza; Saviola e Crespo. Técnico: Alfio Basile. Árbitro - Damir Skomina (ESL). Local - Stade de France, em Saint Dennis, Paris. Horário - 21h (18h de Brasília)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.