Argentina usará força máxima amanhã

O técnico José Pekerman anunciou nesta terça-feira os 20 jogadores argentinos relacionados para a partida de quarta, contra a Colômbia, em Buenos Aires, pelas Eliminatórias Sul-Americanas ao Mundial de 2006. E deixou claro que desta vez entrará em campo o time titular. Jogadores como Crespo, Riquelme e Zanetti, que foram poupados na última rodada contra a Bolívia, serão escalados. O jogo será transmitido ao vivo pela ESPN Brasil, às 20 horas.A estratégia de Pekerman está dando certo. Contra a Bolívia, nos 3.600 metros de altitude, o técnico argentino escalou um time reserva, com jogadores mais jovens e descansados. Venceu por 2 a 1, a primeira vitória em La Paz nos últimos 32 anos. Ele convocou 33 jogadores e deixou as estrelas treinando em Buenos Aires. O objetivo era ganhar seis pontos em duas rodadas e metade da missão já foi cumprida. A Argentina soma 25 pontos, dois a mais do que o Brasil, e lidera as Eliminatórias.Da equipe que foi a La Paz, oito jogadores foram relacionados: Abbondanzieri, Galletti, Palacio, Figueroa, Cambiasso, Scaloni, Maxi Rodriguez e Milito. Completam a lista: Franco, Coloccini, Ayala, Heinze, Placente, Lucho González, Mascherano, Sorín, Riquelme, Zanetti, Saviola e Crespo.O técnico faz mistério quanto à equipe que deve começar jogando. "Só o goleiro Abbondanzieri está confirmado. O resto será de jogadores que não enfrentaram a Bolívia, mas não descarto usar dois ou três que estiveram em La Paz."Com relação à Colômbia, sua campanha é decepcionante. A seleção tem apenas 14 pontos em 12 jogos, e vem de um empate sem gols diante da Venezuela como visitante.O técnico Reynaldo Rueda tem pretensões modestas: "A idéia é jogar bem e buscar a vitória, mas acho que se ganharmos um ponto já salvaremos nossa honra."O ponto fraco colombiano tem sido o ataque, que anotou 12 gols (cinco deles na goleada diante do Uruguai). O atacante Jairo Castillo, do Valladolid, admite: "A bola não chega boa aos atacantes. É muito complicado!"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.