Argentina vence a Venezuela e continua tranquila na ponta das Eliminatórias

Messi foi o destaque do jogo, ao marcar um e dar o passe para outros dois na vitória por 3 a 0

AE, Agência Estado

22 de março de 2013 | 23h13

BUENOS AIRES - A torcida argentina esperava muito de Messi e ele não a decepcionou. Nesta sexta-feira, o craque do Barcelona comandou a sua seleção na tranquila vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, em um resultado que deixou os bicampeões mundiais ainda mais folgados na liderança das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014, que acontecerá no Brasil.

Após a 11.ª rodada, o resultado deixou a Argentina com 23 pontos, quatro à frente da vice-líder Colômbia e do Equador, que folgou nesta sexta - no entanto, os argentinos já disputaram 10 jogos, enquanto que colombianos e equatorianos, nove.

Homenageado antes do jogo por ter ganho a Bola de Ouro da Fifa pela quarta vez consecutiva, Messi fez a diferença no primeiro tempo ao dar um belo passe para o centroavante Higuaín, do Real Madrid, abrir o placar aos 26 minutos do primeiro tempo. Pouco antes do intervalo, aos 44, ele aumentou a vantagem cobrando um pênalti mal marcado pelo árbitro peruano Victor Carrillo.

No segundo tempo, mesmo com a seleção da Argentina mais acomodada em campo por causa da vantagem no placar, Messi apareceu de novo para dar mais um passe para Higuaín marcar. Mesmo impedido, o centroavante recebeu livre na entrada da área, aos 13 minutos, e tocou por baixo do goleiro Daniel Hernández.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.