Argentina vence o México nos pênaltis

Depois de um empate (0 a 0) sem graça no tempo regulamentar e nova igualdade (1 a 1) na prorrogação, a Argentina venceu o México por 6 a 5 nos pênaltis na tarde deste domingo e se classificou para a final da edição 2005 Copa das Confederações. Na final, marcada para a tarde (15h45) da próxima quarta-feira, em Frankfurt, o México vai enfrentar o Brasil, que no sábado venceu a Alemanha por 3 a 2.Esta é a primeira final entre Brasil e Argentina na Copa das Confederações.A semifinal teve poucos lances de emoção. Cautelosos demais, os dois times evitavam se arriscar no ataque. Por conta disso, os goleiros quase não apareceram. No final do tempo regulamentar, as equipes ficaram com 10 cada, com as expulsões de Rafa Marques e Saviola. Os golssó surgiram na prorrogação. O México marcou com Salcido, mas a Argentina empatou com Figueiroa. Nos pênaltis, os argentinos foram mais eficientes e venceram por 6 a 5. Na sexta sobrança, Osório bateu fraco e o goleiro German Lux defendeu. Cambiasso, ao contrário, bateu bem e converteu, levando sua equipe à final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.