Argentino assume o comando da seleção de Guiné Equatorial

Estaban Becker é o novo ocupante do cargo da equipe que a partir do dia 17 vai receber em seu país a Copa Africana de Nações 

Estadão Conteúdo

07 de janeiro de 2015 | 11h57

Sede da próxima edição da Copa Africana de Nações, Guiné Equatorial anunciou que Esteban Becker é o novo treinador da seleção nacional. A nomeação do argentino foi confirmada pelo escritório de informação do governo. Ele vai substituir Andoni Goikoetxea, que foi demitido no mês passado.

Becker assume uma seleção que chegou a ficar fora da Copa Africana de Nações, marcada para o período entre 17 de janeiro e 8 de fevereiro, por escalar jogadores irregulares nas Eliminatórias. Porém, Guiné Equatorial acabou sendo escolhida para sediar o torneio após o Marrocos desistir de sediar o torneio por causa do temor de propagação do Ebola.

Assim, a seleção de Guiné Equatorial garantiu a sua presença no torneio por ser o país-sede. E a equipe será dirigida no torneio por Becker, que levou a seleção feminina do país ao título africano em 2012. Além disso, anteriormente ele exerceu o papel de diretor técnico de todas as seleções nacionais. 

Guiné Equatorial abrirá a Copa Africana de Nações no dia 17 de janeiro, quando vai enfrentar o Congo, em Bata, pela primeira rodada do Grupo A.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.