Argentino Zárate aceita jogar pelo Chile após negativa antes da Copa

Jogador do West Ham admite não ter espaço na equipe do seu país e aceita convocação para jogar sob comando de Jorge Sampaoli

REUTERS

30 de outubro de 2014 | 18h08

O atacante argentino Mauro Zárate aceitou uma proposta para jogar pela seleção chilena, já que não vê espaço para defender a "alviceleste", disse seu representante nesta quinta-feira.  Zárate, de 27 anos e cujo pai é chileno, havia rejeitado proposta similar antes da Copa do Mundo, sonhando em vestir a camisa argentina, mas, ao não ter possibilidades de defender seu país, decidiu jogar pelo Chile.

"(Ele) se vê distante da seleção argentina e por isso aceita a oferta chilena", confirmou Rolando Zárate, irmão e representante do atacante, à emissora de rádio La Red."Analisou as últimas convocações da Argentina e disse sim à Roja... Teve má sorte de ser contemporâneo de três jogadores como (Lionel) Messi, (Sergio) Aguero e (Gonzalo) Higuaín", completou.

Desta maneira, o atacante do West Ham United pode se juntar à seleção dirigida por seu compatriota Jorge Sampaoli.O Chile disputará a Copa América em casa no próximo ano, quando tentará ganhar o torneio pela primeira vez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.