Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Argentinos se destacam e Allione pode virar titular no Palmeiras

Cristaldo, Allione e Mouche ganham pontos com Marcelo Oliveira

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2015 | 07h00

Antes da partida contra o Avaí, Allione, Mouche e Cristaldo não figuravam entre as principais opções do técnico Marcelo Oliveira no Palmeiras, mas a boa atuação dos argentinos fez com que o treinador ganhasse novas opções para montar a equipe e Allione pode até ganhar uma oportunidade como titular diante do Fluminense, nesta quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil.

O meia, inclusive, é quem vinha mais sendo aproveitado nos últimos jogos. Diante do Avaí, ele foi o principal articulador de jogadas, justamente o que falta para o time titular, que tem apenas Zé Roberto para a função, mas o experiente jogador pode atuar diante do Fluminense como volante ou lateral-esquerdo.

Os três argentinos foram contratados por indicação de Ricardo Gareca, no ano passado, e desde então, ainda não conseguiram uma sequência de boas partidas. Allione e Mouche sofreram com sucessivas lesões enquanto Cristaldo se tornou uma espécie de talismã dos treinadores, sempre entrando nas partidas, marcando gols, mas tendo poucas oportunidades como titular.

Para Cristaldo, a boa exibição diante do Avaí serviu para o treinador ver que pode contar com os argentinos para a fase final da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro. “Não sei se podemos criar uma dúvida, mas os três argentinos estão aqui para somar. Sabemos que podemos ajudar muito, tanto nós quanto os outros jogadores”, disse o atacante.

O trio, inclusive, está entre os cotados para deixar o clube no final da temporada. Mouche está insatisfeito por não estar sendo muito aproveitado e só não foi emprestado porque não apareceu uma boa proposta. Quanto a Cristaldo, ele foi cotado em alguns clubes da Argentina, mas as negociações não evoluíram. Allione também foi especulado em alguns times de seu país natal.

Um fato curioso é que, embora não tenha sido titular absoluto em momento algum da temporada, Cristaldo aparece como vice-artilheiro da equipe na temporada, com 14 gols, atrás apenas de Rafael Marques, com 15. Cotado para deixar o clube em dezembro, o atacante argentino mais uma vez apela para o bom humor e se esquiva sobre a possibilidade de estar fazendo seus últimos jogos com a camisa alviverde.

“Futebol muda muito rápido. Tenho contrato com o Palmeiras e não posso falar o que vai acontecer amanhã. Estou bem aqui, me sinto em casa, falo muito com os jogadores. Tenho bom entrosamento dentro e fora de campo com os funcionários do clube. Posso falar que quero ficar, aí chega na quarta-feira, eu perco um gol e todo mundo vai querer que eu vá embora”, comentou.

Veja os números dos três argentinos na temporada:

CRISTALDO

Na temporada:

38 jogos

16 como titular

22 saindo da reserva

14 gols marcados

No Brasileiro:

16 jogos

2 titular

14 saiu do banco

6 gols

ALLIONE

Na temporada:

21 jogos

13 titulares

8 saiu do banco

2 gols

No Brasileiro:

7 jogos

1 titular

6 saiu da reserva

0 gol

MOUCHE

Na temporada:

4 jogos

1 titular

3 saiu do banco

0 gol

No Brasileiro:

2 jogos

1 titular

1 saiu do banco

0 gol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.