Armando Marques depõe nesta quinta

O ex-presidente da Comissão Nacional de Arbitragem (CNA) Armando Marques será ouvido nesta quinta-feira à tarde pelo auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Luiz Geraldo Lanfredi, sobre seu envolvimento nas partidas fraudadas pelo árbitro Edilson Pereira de Carvalho. Dependendo de suas explicações, o ex-dirigente poderá ser acusado de co-participação no escândalo que abalou o futebol brasileiro.Marques terá por responsabilidade explicar o porquê de não ter punido Carvalho quando soube que o árbitro forjou um diploma para poder integrar o quadro de árbitros da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Os auditores do STJD pediram que o ex-presidente da CNA apresente uma justificativa para o fato de, descoberta a fraude escolar, ter permitido que o juiz regularizasse sua situação e, após a obtenção do documento, ainda o ter promovido, alçando-o ao quadro da Fifa.Reclamação ? O Flamengo divulgou uma nota oficial contestando a atuação dos juízes da Federação Paulista de Futebol em seus jogos. No documento assinado pelo vice-presidente de Futebol, Gerson Biscotto, o clube alegou que das 29 partidas realizadas pelo Campeonato Brasileiro, dez confrontos foram arbitrados por profissionais paulistas e o Rubro-Negro colecionou vários insucessos. Foram: cinco derrotas, quatro empates e uma derrota, totalizando um aproveitamento de 23%.?Em seus outros 19 jogos pelo Campeonato Brasileiro, dirigidos por árbitros filiados a Federações de outros Estados, o Flamengo obteve seis vitórias, empatou outras seis partidas e perdeu sete. Nestas partidas, seu aproveitamento sobe para 42%?, relatou o documento. ?O Clube de Regatas do Flamengo se vê sistematicamente prejudicado pelas arbitragens neste Campeonato Brasileiro, em especial nos jogos dirigidos por árbitros da Federação Paulista de Futebol.? E, antes que colecionasse outro resultado negativo, o clube carioca mandou um aviso para o árbitro Anselmo da Costa (SP), responsável pelo confronto desta quarta-feira à noite contra o Brasiliense. ?O departamento jurídico do clube está se munindo de todo tipo de informação, inclusive imagens de jogos, além de ainda buscar novos dados que irão indicar o caminho a ser seguido nos próximos dias na defesa dos interesses do clube.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.